• Entenda como funciona a Comunidade da Fepo

    3 Tópicos
    5 Posts

    @malba-teixeira
    Olá!

    Quando estamos passando ou já passamos por determinadas situações em alguma área da vida, que podem ter gerado grandes cargas emocionais ou estamos em uma rotina exaustiva, temos a chance de gerar um quadro de estresse agudo.

    Por não saber ou não conseguir identificar os gatilhos e possíveis comportamentos, acabamos descontando esse estresse em outras áreas, situações ou pessoas... Como se fosse uma forma de canalizar tudo o que está dentro você.

    Em seu relato, percebo que você enxerga sim onde pode estar "falhando" ou não sabendo lidar com suas emoções, porem, sozinha não esteja conseguindo administrar elas, gerando uma sensação de culpa, sofrimento e angustias.

    Seria de extrema importância, você iniciar um possesso terapêutico a longo prazo com um profissional da psicologia, para compreender a raiz desse nervosismo, irritação e estresse.

    Identificando há quanto tempo ocorre, quais situações ou pessoas podem ser gatilhos.

    Além de aprender ferramentas para administrar sua emoções e comportamentos, podendo ter a chance de evitar desentendimentos, conflitos e angustias.

  • Clique aqui para desafar e receber conselhos

    46 Tópicos
    101 Posts

    @Lizzy-Grant
    Olá!

    Você já esteve ou está em processo terapêutico? Com algum profissional da área da saúde mental?

    Seria importante você estar em acompanhamento psicológico, para compreender todos os fatores que já aconteceram, que estão acontecendo e que possam vir a acontecer na sua trajetória de vida.

    Percebo em seu relato, uma bagagem com muitas experiências e informações que você não está conseguindo organizar e pode estar gerando angustias e sofrimentos.

    Tomar decisões e fazer escolhas, não são processos fáceis, ainda mais quando está relacionado a pessoas e ambientes que não estão abertos a acolher e compreender os seus conteúdos.

    A principio, deixo como sugestão:

    Iniciar um acompanhamento psicológico a médio/longo prazo. Identificar e organizar pensamentos e sentimentos positivos e negativos. Identificar quais os fatores que podem ser considerados gatilhos e gerar sentimento de vergonha, culpa, angustias e compreender o poder que possuem sobre você. O que você ainda precisa elaborar (compreender) e dar novos sentidos e significados. Desenvolver ferramentas para lidar e melhorar a comunicação com a sua mãe.

    Além desses pontos, refletir sobre o possível comportamento de potencializar as situações e dar um sentido negativo a elas, mas, na realidade elas não serem tão sofridas quanto parecem.

    Importante se organizar emocionalmente, cuidar dos seus sintomas que já existem, para depois passar para outras pessoas o que você gostaria.

    Será um processo!

  • Conheça os serviços que a Fepo oferece, além da Comunidade.

    0 Tópicos
    -1 Posts
    Não há nenhum post nesta categoria.
  • Nos ajude a melhorar, deixe aqui sua opinião (=

    0 Tópicos
    0 Posts
    Não há nenhum post nesta categoria.